Exames comuns na ginecologia e para quê eles servem

Blog | Notícias
 Exames comuns na ginecologia e para quê eles servem

Ao decorrer da vida todas as mulheres precisam passar por exames específicos para conferir como está a saúde de seu sistema reprodutor, seja para prevenção ou para tratamentos.

Alguns desses exames só podem ser feitos depois da primeira relação sexual, outros só são necessários a partir de determinada idade e têm aqueles que só tem precisão em casos extraordinários.

Mas você já sabe quais são esses exames e suas características?
A gente te conta!

1. Toque Vaginal

É feito durante a consulta regular. Esse exame tem como objetivo checar se existe alguma irregularidade na vagina ou no colo do útero. Pode ser feito desde a primeira visita ao ginecologista, independente de ter ocorrido ou não a primeira relação sexual.
2. Exame de sangue

A ginecologista solicita exames de sangue para verificar possíveis doenças que possam atingir as mulheres. Os principais exames são o rastreamento infeccioso, os que analisam os hormônios e o hemograma completo.

3. Papanicolau

Realizado também no consultório. Esse exame é feito para analisar se existe alguma alteração nas células do colo uterino que possa apontar alguma infecção ou se transformar num câncer de colo de útero. Pode ser realizado a partir de 21 anos ou a partir da primeira relação sexual.

4. Exame de Mama

A ginecologista realiza o exame de toque nas mamas para verificar a possibilidade de existir algum nódulo, mas também é encaminhada uma ultrassonografia para que se tenha um diagnóstico mais preciso. A partir dos 40 anos esse exame deve ser realizado anualmente. Ele é feito para diagnosticar doenças como o câncer de mama.
OBS: O exame de toque nas mamas pode ser feito diariamente pela própria pessoa em casa.

5. Ultrassonografia pélvica

Também conhecido como Ultrassom Transvaginal, esse exame é realizado para checar com precisão a saúde do útero e dos ovários.
Os transdutores, aparelhos utilizados, são colocados (1) em cima do abdômen e (2) introduzidos na vagina. As imagens são nítidas e o exame é muito tranquilo. 

6. Colposcopia e Vulvoscopia



São exames semelhantes e que podem ser de rotina ou complementares, caso haja alteração em outros exames. Ambos são realizados no consultório e são colocadas substâncias para realçar a área que está sendo analisada. A vulvoscopia é específica para analisar a vulva.


E você? Já realizou seus exames anuais? 



Comentários