Importância da amamentação

Blog | Notícias
Importância da amamentação

A fase de amamentação é um momento muito importante na vida da mãe e do bêbê. Neste período, a mãe tem atenção e dedicação total voltada à  esta nova vida que foi gerada  e que agora está sendo segurada em seus braços. 

 

O ato de amamentar faz bem ao corpo, à mente e também ao coração. É muito mais do que apenas uma forma de alimentar o bêbê, é sobre criar o vínculo que se perdura pela vida inteira entre mãe e filho.

 

Saber que em você está o mais precioso alimento durante a fase de crescimento desse novo indivíduo e que a partir dele, seu bêbê vai crescer forte, traz-nos uma sensação de alívio e confiança para continuar nessa nova etapa da vida tão prazerosa, mas que ao mesmo tempo é desgastante e cansativa. Isso acaba sendo compensado quando pensamos acerca do desenvolvimento que esse bêbê vai ter futuramente.

 

O ato de amamentar 

 

O ato de amamentar é alimentar com o leite materno, vindo do peito. Este tipo de alimentação deve ser mantida como exclusiva pelos 6 primeiros meses, e a partir dos 2 anos de idade como complemento a outros tipos de alimentação (papinhas de frutas e outros).

 

Nesses primeiros meses de vida, o bêbê não precisa de alimentação complementar pelo fato do leite materno conter todos os nutrientes que o recém-nascido necessita, principalmente vitamina A e ferro. Além disso, essa fonte de alimentação ajuda a prevenir alterações ortodônticas, de fala, e até infecções.

 

As crianças que recebem o leite materno, apresentam um  grau de aumento relativo de desenvolvimento da sua inteligência em relação às crianças que não são amamentadas diretamente do seio materno. 

 

Apesar dos aspectos felizes retratados durante esse período entre mãe e filho, precisamos ter em perspectiva que existem também dificuldades. As dores nos seios, os incômodos e cansaços comuns da rotina de madrugadas acordadas e mal dormidas que surgem desse período inicial que, de certa forma, acaba assustando e gerando essa retração das mães de primeira viagem. 

 

Precisamos ter a consciência de que, por exemplo, é normal a mãe não produzir o leite ou precisar de ajuda da família e amigos nos cuidados com o neném, pois trata-se de um período que até então era desconhecido.



O que você precisa saber sobre a amamentação

 

1- Amamentar é um direito garantido por lei

Segundo o Art. 9º do Estatuto da Criança e do Adolescente, o poder público, as instituições e os empregadores propiciarão condições adequadas ao aleitamento materno, inclusive aos filhos de mães submetidas a medida privativa de liberdade.




2- A mãe que amamenta precisa de uma maior quantidade de alimentos e líquidos.

Como ela produz leite, o que alimenta o bêbê, é de suma importância que  consuma primeiramente bons alimentos para que o organismo absorva e consequentemente isso passe para o leite produzido, proporcionando assim uma matéria-prima saudável e de qualidade para a criança.

 

3- A amamentação frequente faz com que a mãe produza mais leite

Quase toda mãe sabe da capacidade de ter um aleitamento de sucesso, porém muitas delas precisam de auxílio e até mesmo serem encorajadas nesse processo de amamentação. 

 

Sabendo que o leite materno é a base da vida, em especial nos 6 meses iniciais do bêbê, precisamos compartilhar desse conhecimento para que tenhamos consciência de sua relevância e importância na construção do vínculo mãe e filho. 

 

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe com uma mãe de primeira viagem que você conhece para ajudá-la também!

Comentários