Prevenção do câncer de mama e câncer do colo do útero

Blog | Notícias
Prevenção do câncer de mama e câncer do colo do útero

O câncer de mama e o de colo do útero estão entre os tipos de câncer que mais atingem as mulheres no mundo. Tendo isso em perspectiva, precisamos nos atentar e estar sempre alertas acerca das questões referentes à nossa saúde e corpo. 

 

Com base nesse conhecimento prévio, trouxemos aqui um pouco mais de informações a respeito dessas doenças que afetam grande parte da população feminina e como se prevenir.

 

Câncer de mama

 

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desorganizada de células anormais da mama, que formam um tumor com potencial de invadir outros órgãos do nosso corpo. 

 

Quando falamos sobre esse tipo de câncer, nos vem à mente somente um único tipo, poucas pessoas têm o conhecimento de que existem múltiplas variações desse tipo de câncer, sendo eles: Carcinoma ductal in situ (ou não invasivo), Carcinoma ductal invasivo, Carcinoma lobular in situ (ou não invasivo), Carcinoma lobular invasivo, Doença de Paget, Câncer de mama inflamatório. 

É de extrema importância, que cuidemos de nossa saúde e preservemos a melhor condição dela. Para isso, faz-se necessário estar atento quanto às formas de prevenção para esta doença. 

 

Algumas dessas formas de prevenção podem ser praticadas diariamente, em pequenas e simples ações no dia a dia: 

 

  • Praticar atividade física

  • Manter o peso corporal apropriado

  • Evitar ou diminuir o consumo de bebidas alcoólicas

  • Não fumar e evitar o tabagismo 

  • Manter uma alimentação saudável

 

Outra prática que pode ajudar na detecção de anormalidades nas mamas é o autoexame, não é de hoje que ouvimos falar sobre ele. Uma forma fácil e rápida de identificar possíveis nódulos no seio. Ele pode ser feito a partir da palpação das mamas em busca de sentir caroços (os nódulos).

 

Além dessas práticas primárias, faz-se necessário também, consultar o médico regularmente, principalmente para o exame da mamografia, pois é nele que pode ser identificada qualquer anomalia no tecido mamário.

 

É recomendado manter uma determinada frequência nesse exame por mulheres a partir dos 50 anos de idade a cada 2 anos com o intuito de manter o monitoramento (quando não há indícios nem sintomas suspeitos), mas vale salientar que o exame pode ser feito em qualquer idade com base numa indicação médica.

 

Câncer de colo do útero

 

O câncer de colo do útero ou câncer cervical, é causado pela infecção insistente por alguns dos tipos do papilomavírus humano (HPV). Esse tipo de infecção se espalha pelo corpo através das relações sexuais, podendo ou não evoluir para um câncer.

 

Sabendo que esta é uma infecção sexualmente transmissível (IST), as formas de prevenção tornam-se mais simples de tomar. O uso de preservativos (camisinha) durante as relações sexuais protegem de forma parcial da infecção do HPV. 

 

A vacina quadrivalente contra o HPV age de maneira mais eficaz e assertiva no objetivo de prevenção deste tipo de câncer. O Ministério da Saúde indica-a para meninas entre 9 e 14 anos e meninos entre 11 e 14 anos (vale salientar que este câncer pode, sim, ocorrer em homens, mesmo que com baixa frequência), pois ela se torna mais eficaz antes do início das atividades sexuais.

 

Esta vacina protege contras os tipos 6, 11, 16 e 18 do HPV, sendo os dois primeiros causadores de verrugas genitais e os dois últimos, responsáveis por cerca de 70% das causas deste tipo de câncer.

 

Outra forma de prevenção desta doença é o exame preventivo (papanicolau), indicado pelos médicos principalmente após o início das atividades sexuais. Ele deve ser realizado a cada três anos pelas pessoas com a vida sexual iniciada ou ativa como forma de controle e alerta.

 

A partir do exposto, pudemos perceber a importância de cuidarmos da nossa saúde, como forma de prolongar nossa vida e prevenir problemas futuros, visando uma qualidade de vida mais tranquila e saudável.

 

Pudemos perceber também como se faz importante realizar esses exames principalmente, independente de sexo (masculino e feminino) pois por menor que sejam as chances de ocorrer entre os homens, elas não se anulam. 

 

Portanto, coloque em prática essas ações que podem ser realizadas no dia a dia e no menor sinal de estranhamento com seu corpo, procure um médico. Cuide da sua vida.



Comentários