Tudo que você precisa saber sobre a candidíase

Blog | Notícias
Tudo que você precisa saber sobre a candidíase

A candidíase é uma infecção fúngica causada por qualquer tipo do fungo Candida. A variação mais popular é o “sapinho”, que se dá na boca. Existe também a possibilidade de, nos  homens, ocorrer no pênis e, no caso das mulheres, na vagina.

 

Na boca,  os sintomas  mais evidentes são manchas brancas na língua ou em outras partes da região bucal da garganta. Também pode apresentar-se dolorida  durante o processo de deglutição, ou seja, no ato de engolir.

 

As infecções da boca são mais comuns entre crianças com menos de um mês de idade, idosos e pessoas com baixa no sistema imunológico.

 

Quando a doença afeta a vagina é denominada candidíase vaginal. Entre os sinais e seus sintomas, estão prurido,  irritação vaginal e, por vezes, um corrimento vaginal branco semelhante a queijo fresco.

 

Elas  ocorrem com maior frequência durante a gravidez, em pessoas com déficit imunitário e que se encontram em tratamento com antibióticos. 

 

Ainda que não seja comum, o pênis pode também ser afetado causando prurido. Com baixa probabilidade, a infecção pode tornar-se invasiva e espalhar-se por todo o corpo, causando febre e outros sintomas característicos.




As medidas preventivas no combate à candidíase são simples e fáceis de implementar em nossa rotina. No caso da infecção vaginal ou peniana, a higiene da região deve ser feita com sabonete de pH neutro. Uma outra opção para as mulheres é o uso da calcinha de algodão. Além disso, é recomendado não usar absorvente íntimo todos os dias e evitar roupas molhadas ou muito justas por tempo prolongado.

 

Já no caso bucal, é necessário manter a higienização completa da boca, escovando os dentes e a língua.

 

O tratamento para candidíase pode ser feito através do uso de medicamentos específicos ( antifúngicos ), de forma oral através de comprimidos, ou pomadas vaginais (o mais usual), prescritos pelo médico de acordo com o local afetado pela infecção.

 

Como podemos perceber, a doença, de cunho infeccioso, pode surgir naturalmente e passar despercebida aos nossos olhos, ou até mesmo ser ignorada. Mediante isso, necessitamos redobrar o cuidado com a nossa saúde, tomar ações preventivas no dia a dia e em casos de irregularidades, procurar um médico.

 

Cuidar da saúde é um ato de amor próprio! Você está cuidando da sua?



Comentários